Exposição Azeite de Leos

De fevereiro a abril de 2022

Rodrigo Azeite De Leos

São Paulo, 1979

O artista Rodrigo Otavio de Leos e Silva, ou Rodrigo Azeite De Leos, é natural de São Paulo, onde nasceu em 03 de abril de 1979. É graduado em Artes Visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado e Mestre em Poéticas Visuais pela Faculdade Santa Marcelina. O artista participou de diversas coletivas e individuais no Estado de São Paulo (MUNA de Uberlândia, Centro Cultural São Paulo, Salão Luis Saciloto de Santo André, onde recebeu o Prêmio Aquisição e “4º Salão de Americana”, quando recebeu o Prêmio Revelação). Atua como educador em escolas, museus e exposições temporárias. Foi supervisor de educadores da 30ª Bienal de Internacional de Arte de São Paulo. Atualmente, é professor de Artes do Ensino Fundamental I e II, em São Paulo.

Entre 2001 e 2009, época de sua formação, interessa-se por projetos em desenho e da gravura. No ano de 2017, participou do Programa de Residência Artística Cité Internacionale des Arts, em Paris. Lá realizou as exposições individuais Overlapping unfinished processes e Daily Narrative in Paris nas quais já se apresentavam várias faces de seu trabalho atual. A pesquisa que, até então, esteve voltada para o desenho e escrita incorpora, a partir dessa experiência, na França, novos procedimentos e possibilidades gráficas advindas de processos da monotipia. Desenho, colagem, foto e a gravura digital passam a fazer parte do seu fazer artístico e da busca constante pela linguagem que situasse fenômenos percebidos nos interstícios de sua constante temática, - os muros das cidades.

Junto às pesquisas sobre linguagens artísticas, de Leos relata um modo particular de registrar esses objetos de mundo,- a caminhada. Nos percursos que faz pela cidade, encontra, novamente, nos muros uma motivação para traduzir a matéria etérea da memória. Aquilo que é apreendido das manchas, rachaduras, asperezas das superficies, dos mofos das paredes é recolhido pelo artista por meio de uma técnica específica, para se transformar em telas que serão, posteriormente, interferidas com linhas, outras texturas, camadas de tinta e sobreposições.